Ricardo Lira

Presidente Científico da Academia Brasileira de Direito Civil

Currículo

Com 77 anos, 50 dos quais passou dando aulas na Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Ricardo Pereira Lira é o presidente científico e de honra da Academia Brasileira de Direito Civil.

Ele foi o precursor da Pós-Graduação na Universidade, que começou com um curso nada convencional: o de Direito das Cidades. Morando na capital fluminense a poucos metros de um morro ocupado irregularmente — algo bastante comum na cidade —, o advogado, especializado em Direito urbanístico, passou a ver a ocupação metropolitana de forma diferente.

Ricardo Lira engrossa as fileiras dos que defendem a urbanização das favelas, e está na linha de frente dos que combatem a especulação imobiliária.

Para ele, moradias não regularizadas, principalmente nas regiões mais pobres, são o custo da urbanização e da concentração de renda nas capitais e, por isso, não podem ser tratadas com descaso. É a população que trabalha nos grandes centros e ajuda a aquecer a economia que, na maioria das vezes, é obrigada a viver de forma precária. É dever do poder público regularizar essas áreas e fornecer os serviços essenciais.

Pai de José-Ricardo e Jerônimo José, Ricardo Pereira Lira formou-se em Direito em 1955 pela antiga Universidade do Estado da Guanabara, a atual Uerj. Foi procurador do Estado, presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), diretor e vice-diretor da Uerj, e diretor-geral da Escola Superior de Advocacia da OAB-RJ. Também atuou na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

 

Fonte: Conjur (com alterações)